Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Pilantras - o Ticas

caminhando ao lado do Ventor, eis

caminhando ao lado do Ventor, eis

Pilantras - o Ticas


Bem-vindos aos Blogs do Ticas, este vosso novo amigo na Blogosfera

Venham comigo, com o Quico e com o Ventor

Pilantras - o Ticas
Caminhem aqui com o Ticas, o Ventor e o Quico
Caminhem n'A Grande Caminhada do Ventor
Caminhem também por estes trilhos
O Ticas nos Trilhos do Quico: com o Ventor

O Fotoblog do Pilantras: sempre com as flores

Pilantras com o Ventor: recordando sempre o Quico

Venham connosco. A Grande Caminhada nunca acaba!

11
Dez17

A beleza do azevinho

Luiz Franqueira - Pilantras

Azevinho, ilex aquifolium, a única espécie que nasce espontaneamente na Europa e que foi levada para a América do Norte, Austrália, ... onde é considerada uma planta invasora.

 

 

O azevinho é uma das numerosas espécies, do género ilex, a única espontânea da Europa e em volta do Mediterrâneo.

Os frutos do azevinho são umas bolinhas vermelhas a que chamamos drupas e persistem todo o inverno, sendo os ramos do azevinho com esses frutos vermelhos, muito apreciados pela época natalícia para enfeitar as casas.

 

É um arbusto que corre perigo de desaparecer devido à colheita excessiva na época natalícia mas o Ventor já me falou de um azevinheiro que tinha na Assureira e que há mais de 60 anos, lhe cortavam raminhos para o Natal e madeiras para fazerem tamancos e socas. O pai do Ventor usava troncos de azevinho para fazer os tamancos para eles.

 

2017-12-02 15-30-33_0080.jpg

 

Um azevinheiro de Sintra, mais que um arbusto, uma árvore

 

Há onze anos, muitos anos depois de ninguém usar aquele azevinheiro para nada, o Ventor foi à Assureira fazer uma homenagem ao seu belo azevinheiro dos anos 50 e 60' e só haviam uns resíduos verdes da sua existência. O azevinheiro foi morto pelos matos que o envolveram e as suas sombras. Disse-me o Ventor que foi uma tristeza ver o seu lindo azevinheiro praticamente desaparecido.

 

Para recordar a alguns a beleza dos azevinhos, deixo-vos aqui uma foto que o Ventor trouxe de Sintra, onde às vezes mata saudades e recorda que os azevinheiros ainda existem.



Pilantras - o Ticas

Caminhando ao lado do Ventor



Esta coruja é semelhante à companheira do Ventor lá pelo Lugar do Sol. Caminhando por aqui, com ela, também ouço músicas

Músicas escolhidas por mim e pelo Ventor: Playlista do Pilantras.




Tudo bem!


Não sei se já vos disse mas, tenho um projecto.


E, como tenho um projecto, terei de o executar, ou melhor, tentar executar. Não sei se conseguirei executá-lo mas, não custa tentar, não é?


O Quico também tinha um projecto e finou-se, a mando do Senhor da Esfera. Quando Ele não quer, nada feito!


Mas eu vou querer. Ai vou, vou, se ele deixar! Vou tentar dar sequência ao que o Quico começou, tanto na Grande Caminhada, nos Blogs, como tentarei ver o que o apoquentava na Arrelia do Quico e o que o levou a colocar num blog as histórias que o Ventor lhe foi contando sobre a sua saga africana que ele descreveu em Vivendo as Memórias ou, Ventor em África, porque se trata das memórias africanas do Ventor.


Quanto aos Fotoblogs do Quico e do Ventor, ele não sabe que rumo lhes vai dar. Mas eu, acho que posso tomar conta daquilo. Não sei, o Ventor está-me sempre a dizer que só faço borrada!


Eu faço ideia o que o Quico terá passado com este gajo. Eu sei que ele me diz constantemente que o Quico era um gato de outro planeta da Esfera e muito inteligente e que eu sou "0" (zero).


Tenho de lhe provar que está enganado!

Mais sobre mim

Arquivo

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.